OnNews - -
 

Pedagoga espiritualista ensina: o amor divino surge quando você se ama e ama o outro

12/02/2018 18:49:28

Foto Notícia Geral

Pedagoga fortemente influenciada pela pedagogia crítica construtiva ou crítico social, a última das tendências progressistas, tendo em vista as finalidades sociopolíticas e pedagógicas. É como a lageana Janaína Oliveira se define. Curiosa, estuda desde os 12 anos a espiritualidade, a ciência que estuda a origem, natureza e destino dos espíritos, assim como as relações entre o mundo espiritual e o mundo corpóreo. “Sou ministrante de trabalhos mediúnicos em casas espiritas desde os 13 anos”, revela.

Ela foi se aprimorando e buscando novos saberes para contribuir com suas buscas, se sentindo motivada pelo público que atende e que nela deposita confiança. “Entre esses cursos realizados, há vários de formação espirita kardecista, desdobramentos ou projeção da consciência, cromoterapia, quiromancia, sensitividade e intuição, teoria dos signos, desenvolvimento perceptivo, linguagem do corpo, musicalidade e as danças circulares, arteterapia, coaching pessoal e profissional e também estudos em PNL (Programação Neurolinguística)”, relata.

Janaína é criadora do espaço “A Casa do Amor”, organização sem fins lucrativos que tem como objetivos desenvolver trabalhos reflexivos através da linguagem do corpo, despertando a expansão da consciência, autoconhecimento e cura. Os trabalhos acontecem em sua residência, na rua Pedro Ivo Campos, quadra 03, lote 20, no bairro Araucária, toda quinta-feira, às 20h. “É aberto aos que sentirem no coração o seu despertar”, conta. Atendimentos individuais requerem agendamento prévio.

Também desenvolve seus trabalhos como voluntária em outras instituições como colaboradora de processos de autoconhecimento, programação mental e cura. “Estou sempre disposta a novos convites”, ressalta. Seus trabalhos como coaching pessoal e profissional tem tomado campo e ganhado muitos adeptos.

O OnNews procurou Janaína Oliveira para um bate-papo sobre temas transcendentais e aqui está o resultado da nossa conversa:

OnNews: O que fazer para termos uma vida melhor?

Janaína: A Casa do Amor acredita nas mudanças comportamentais; temos necessidade de buscar algo que faça com que nossa vida fique melhor, refletindo isso no universo; com isso cria-se automaticamente um mundo melhor, porque quando você muda sua conduta só se têm bons resultados. Nossos problemas são reflexos daquilo que criamos e que o universo nos devolve como experiências. Por isso digo que a mudança do mundo começa em mim, em você.

OnNews: Cite um exemplo, Janaína.

Janaína: Na politica temos os representantes que merecemos, nós criamos e elegemos políticos corruptos porque também somos corruptos. É nessa linguagem a qual me refiro em mudar o mundo. Porque ao mudar seu comportamento você automaticamente estará emanando para o universo e juntos somos capazes de construir a paz. Ninguém suporta mais o desamor.

OnNews: As reuniões no espaço A Casa do Amor, como são realizadas?

Janaína: São duas horas de trabalho a cada encontro, iniciando às 20h, toda quinta-feira. Nesses encontros a busca é individual; utilizando técnicas de meditação e no exercício da respiração você encontra sua verdadeira essência, o ser que te faz feliz e que promove o bem, enquanto abordam-se temas escolhidos na hora. À medida que vão chegando os participantes eu vou sentindo o que devo abordar após rápida análise da linguagem do corpo dos presentes.

OnNews: É necessário pagar?

Janaína: O atendimento em grupo na quinta-feira não é pago, apenas os atendimentos individuais.

OnNews: Você fala em técnica PNL. Que técnica é essa?

Janaína: PNL ou Programação Neurolinguística é uma abordagem de comunicação, desenvolvimento pessoal e psicoterapia criada por Richard Bandler e John Grinder, na Califórnia, Estados Unidos, na década de 1970. Getulio Barnasque explica isso de uma forma bem sucinta.  Diz ele: “PNL é o estudo de como representamos a realidade em nossas mentes e de como podemos perceber, descobrir e alterar esta representação para atingirmos resultados desejados”. É uma ferramenta que propicia o entendimento de nosso sistema neurológico e como ele representa a realidade através da linguística e da comunicação corporal e simbólica através dos signos. Identificando o que os criou é possível ajudar as pessoas a organizar os pensamentos, as informações, para que possam atingir metas especificas.

OnNews: Linguagem do corpo... Que linguagem é essa?

Janaína: A linguagem do corpo nada mais é do que nosso corpo falando com a gente, e sabemos que cada parte dele, dentro da medicina egípcia e chinesa, tem um significado até mesmo na psicanálise, buscando no seu estado emocional sinais que te desenvolveram dor nas costas, cólicas menstruais, infertilidade, câncer, fobias, disfunções sexuais, problemas de relacionamentos, doenças de quadril, rins, coração enfim; já a psicologia  vai  chamar de doenças psicossomáticas desenvolvidas por você mesmo; a questão é que pode-se mudar o destino quando cura-se a essência, ouvindo seu corpo através da meditação e conhecendo o que os criou, e curando seu ser.

OnNews: Quando você fala em medicina chinesa, o que devemos entender?

Janaína: A medicina chinesa é composta de tradicionais técnicas complementares utilizadas para tratamento de algumas doenças; seus estudos revelam que além do corpo físico nós possuímos canais de energia e quando os mesmos têm sua circulação interrompida por bloqueios ou obstruções (causados por estresse, má alimentação, sedentarismo, entre outros), geram desequilíbrios para o corpo, desequilíbrios conhecidos como “doenças”, no Ocidente; com ajuda de análise através da linguagem do corpo é possível descobrir a causa desses desequilíbrios, ou seja, o corpo é avaliado como um todo.

OnNews: E a partir daí desenvolve-se o tratamento?

Janaína: Através da investigação é possível realizar um tratamento que não seja apenas para eliminar os sintomas, mas sim as causas, tendo uma relação em seus estudos entre o yin/yang, que é a relação das forças ou princípios fundamentais do universo em sinergia, da teoria dos cinco elementos (fogo, terra, metal, agua e madeira), cada um simbolizado por uma cor especifica representando o sistema de circulação de energias pelos meridianos do corpo humano.  Reconhecendo as leis fundamentais do organismo humano e sua interação com o ambiente segundo os ciclos da natureza, na medicina chinesa procura-se aplicar tal compreensão tanto ao tratamento de doenças quanto na manutenção da saúde.

OnNews: Em uma postagem na sua página de Facebook diz que “Se existe uma cura para tudo essa cura é o amor.” Que espécie de amor? E por quem?

Janaína: Quando você faz a busca de seu interior através de sua memória celular ou emanações com as conexões das leis do universo imhotep (hoje conhecido como hermes trimegisto, ou ainda como sistema de crenças metafísicas e também da hermética), que são as leis de causa e efeito, sabe-se que tudo o que você pensa secretamente ou faz, tudo emana ondas que voltarão para si; e quando lembramos daquela velha frase, que você só tem aquilo que planta, é exatamente isso. Deus não castiga. É preciso compreender que Deus é amor. Nós somos cocriadores. Quando você ama, cria e se cura. O amor é uma energia que vem de planos superiores e paira no ar; tudo na sua vida só vai dar certo quando você amar de verdade e respeitar o outro, se refletindo nele e se deixando refletir. É preciso ver o amor nos olhos do outro sem olhar a casca, é preciso perdoar sem se importar; você vai olhar além, vai perceber somente as coisas boas, a chance de ver algo maravilhoso no holocausto. O amor divino, a cura, só surge quando você decide se amar e amar o outro porque tudo que vai, volta; e emanando amor você terá saúde, harmonia, prosperidade e bem-estar.

OnNews: Chacras. O que são?

Janaína: Chacra em sânscrito significa roda de luz, roda da lei, roda da vida ou da morte; e são pontos magnéticos de energia com a função de receber e transmitir energia para as áreas afetadas do corpo, trazendo equilíbrio.

OnNews: Para praticar essas atividades todas de que estamos falando, e mesmo procurar A Casa do Amor, é preciso pertencer a alguma religião específica?

Janaína: A Casa do Amor não pertence a uma religião, ela é uma instituição orientando as pessoas com a busca do autoconhecimento através da linguagem do corpo, e adequando a meditação para cada grupo específico ou conforme percepção obtida do grupo, ou nos atendimentos individuais despertando o amor e promovendo a cura; isso é acordar a alma, dar sentido à vida, dar luz ao que realmente importa.

Imagem ilustrativa: freepik.com | Foto de Janaína: Acervo pessoal / Facebook

 
 
TAGS: Autoajuda, Espiritualismo, Esoterismo, A Casa do Amor, Nerolinguística, PNL
CATEGORIA: ENTREVISTA
Fonte:
ONNEWS
Voltar ao topo
 


ONNEWS

 

Trabalho voluntário supre falta de atuação dos poderes públicos

 

Estamos no ar

 

ATUALIZADO - Filme de Marcelo Machado estreia nesta sexta-feira em Lages

VER TODAS AS NOTÍCIAS +




NOTÍCIAS RECENTES

 

Maluf continua preso e é afastado do mandato de deputado federal

 

Lages recebe Eva Wilma com seus “Casos e canções”, neste domingo

 

Última semana cheia de fevereiro reserva três sessões de cinema gratuitas no Sesc






COMENTÁRIOS

Jana como me tornei sua fã e admiradora. Ganhei uma amiga sensacional e guerreira. Admiro sua luta e principalmente suas vitórias. Deus continue abençoando vc e sua infinita sabedoria em poder semear seu conhecimento à todos q podem ter o prazer de estar contigo. Amo vc amiga e desejo todo sucesso em sua vida??????????????????????

Patrícia Carla de Oliveira da Silva



FAÇA O SEU COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado


MAIS VISUALIZADAS

 

Um barril de chopp dentro de uma repartição pública, pode isso?

 

Iniciando em grande estilo

 

Minha nota de 0 a 10 para cada secretaria




Icone Base Contato ENTRE EM CONTATO
 
 

OnNews
(49) 9 9943-4463
(49) 9 8415-4135
portalonnews@gmail.com

Icone Base Menu MENU OnNews
 
 
GERAL
VARIEDADES
CULTURA E ENTRETENIMENTO
LEITOR ONNEWS
ENTREVISTA
 
 
OnNews. Todos os direitos reservados.
Logo Estúdio Sul